• Natura Ekos Ucuuba

O Brasil: terra de bem-estar para todos…

A ucuuba da Amazónia é um tesouro com propriedades reparadoras e hidratantes. Descubra este autêntico ingrediente brasileiro numa nova linha de cuidados corporais com elevado poder hidratante.  
Descubra 4 produtos essenciais enriquecidos com manteiga de ucuuba, com um perfume suave e cremoso, com uma pitada de notas florais calorosas.

À descoberta da ucuuba, a manteiga reparadora e hidratante proveniente do coração da Amazónia

A ucuuba é o fruto da ucuubeira, uma árvore que se encontra nas zonas húmidas, nas margens dos rios e nos ribeiros das regiões amazónicas, mais precisamente nas florestas de Várzea e Igapós.

Quando amadurecem, os frutos caem das árvores, deixando sair umas sementes vermelhas que, sendo tão leves, acabam por flutuar nas zonas inundadas, formando assim um lindo tapete vermelho que ondula ao ritmo das correntes. Essas sementes caneladas de cor vermelha, facilmente reconhecidas, trazem um apontamento de cor no verde profundo da floresta amazónica.

Além disso, essas preciosas sementes contêm uma manteiga delicada com poderesnutritivos e hidratantes intensos, e uma textura suave e aveludada. Graças à sua textura ultra leve, a manteiga de ucuuba é ideal para hidratar e reparar todos os tipos de pele, mesmo as mais secas, sem deixar um efeito oleoso nem colante na pele.

A história da ucuubeira

Em Tupi, o dialeto dos povos da Amazónia, a palavra ucuuba significa “árvore da manteiga“ e deriva etimologicamente dos termos UKU (gordura) e UBÁ (árvore). Antigamente utilizado na medicina popular para tratar várias doenças, os índios transportavam, durante a sua viagem, o sérum de ucuuba proveniente das sementes para aplicar nas feridas.

Hoje, a manteiga extraída das sementes da ucuuba pode ser utilizada na produção de cosméticos, velas e perfumes. A manteiga tem várias aplicações na medicina de todos os dias, principalmente no tratamento dos reumatismos, da artrite, das cãibras…
A história da ucuuba como ingrediente conheceu várias etapas. Primeiro, a colheita da semente vermelha atingiu o seu apogeu nos anos 1960-1970, quando foi utilizada na indústria cosmética e farmacêutica. O grande ponto de viragem aconteceu em 1954, quando um piloto da força aérea americana detetou a grande concentração de ucuuba na região da ilha de Marajó e enviou amostras dessa madeira à empresa Georgia Pacific Co. para a realização de testes.

Os ensaios demonstraram a excelente qualidade da madeira para a indústria do contraplacado. Esta descoberta foi um ponto importante para a indústria da madeira e ao mesmo tempo dramática para esta árvore, pois fez da ucuuba até hoje uma das espécies de madeira mais exportadas do estuário amazónico.

Da sobre-exploração até à exploração sustentável da ucuuba

O abate das ucuubeiras tornou-se assim uma prática corrente nas regiões da Amazónia, abandonando as populações locais, pouco a pouco, a colheita dos frutos (atividade realizada pelas gerações anteriores). A madeira da ucuuba é uma espécie que tem um forte potencial económico. A sua madeira é utilizada na produção de folheado, contraplacado, embalagem, brinquedos, lápis, etc. Devido a esta exploração predatória, esta espécie de árvore, embora tão preciosa, integrou a lista das espécies ameaçadas do IBAMA* em 1992. Foi nesse preciso momento que a Natura desempenhou um papel importante na proteção desta espécie.

A nova linha Natura Ekos Ucuuba favorece a exploração sustentável da ucuuba, dando valor acrescido a esta árvore. A Natura presta especial atenção à cadeia de produção da espécie. A ucuuba já não é exclusivamente utilizada pela sua madeira mas também pelas suas sementes. E ao colher as suas sementes de forma sustentável, as famílias das nossas comunidades parceiras triplicam os seus rendimentos, em relação à venda de madeira unicamente.

Esta colheita consciente possibilita a cultura racional e a perenidade das florestas. A produção de ucuuba e dos outros ingredientes utilizados pela Natura na Amazónia contribui assim para a conservação de zonas em risco de desflorestação, representando o equivalente a 70 000 campos de futebol, e permite empregar mais de 1100 famílias da região de Ribeirão na Amazónia, numa relação de comércio justo.

Hoje, graças à ação das populações locais apoiadas pela Natura no estuário do Amazonas, a ucuuba já não consta da nova lista do IBAMA de espécies ameaçadas de extinção. É um grande orgulho para a Natura e um exemplo concreto de uma ação conjunta em prol do ambiente.

*O IBAMA, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, é o organismo responsável pela proteção do ambiente. 

Os benefícios da ucuuba para a sua pele

Esses novos produtos da gama Ekos Ucuuba, enriquecidos em manteiga de ucuuba, garantem à sua pele reparação e hidratação, deixando um perfume suave e cremoso com notas floridas. A gama Ekos Ucuuba é constituída pelos seguintes produtos:

Leite para o corpo

This body moisturizer with ucuuba butter repairs the skin and hydrates it intensely for 24 hours.Ver este produto

Creme para Mãos

Enriched with Ucuuba and Murumuru butter with nourishing and restorative benefits, this Ucuuba hand cream nourish et protect your skin until 30 hours, your hands are delicately perfumed and your nails reinforced.Ver este produto

Creme de Duche

This creamy, comforting, sulfate-free body wash contains repairing Ucuuba Butter gathered in the heart of Brazil and gentle coconut-derived cleansing ingredients. Ver este produto

Manteiga Hidratante

Enriched in Ucuuba butter, its restorative body butter is known for its moisturizing and reparative benefits for your skin. Ver este produto

Reparação e hidratação para a sua pele

A carregar
A carregar